sábado, 26 de novembro de 2022

Transplante de fezes consolida-se como opção de tratamento contra infecção intestinal grave

Especialista em doenças infecciosas Thomas Louie
 mostra cápsulas em gel contendo bactérias de fezes
 em seu laboratório em Calgary, Alberta, no Canadá.
Resultados preliminares de uma pesquisa inédita no país, conduzida pelo Hospital das Clínicas da UFMG/Ebserh, mostram que as fezes dos brasileiros são ricas em bactérias benéficas para o nosso organismo; instituição recruta doadores de fezes
Resultados preliminares de uma pesquisa realizada pelo Instituto Alfa de Gastroenterologia do Hospital das Clínicas da UFMG/Ebserh, em parceria com a companhia de biotecnologia norte-americana Rebiotix Inc., evidenciou que as amostras de fezes de brasileiros sadios, em comparação com a dos norte-americanos também sadios, possuem cerca de 30% a mais de firmicutes, um filo de bactérias que faz parte da microbiota intestinal e atua em sinergismo no nosso organismo. Isso se traduz em um potencial mais protetor contra infecções intestinais graves por Clostridioides difficle e doenças como a retocolite e a doença de Crohn.
O estudo, desenvolvido neste ano, analisou amostras fecais de 49 brasileiros e de 17 norte-americanos. “É a primeira pesquisa do tipo no Brasil, que utilizou a técnica mais acurada para avaliar o DNA da microbiota, o shot gun. Os resultados preliminares mostram que as fezes dos brasileiros têm um caráter protetor maior, a partir de uma proporção maior do filo firmicutes, o que vai ao encontro dos resultados obtidos pelo Centro de Transplante de Microbiota Fecal do HC nos últimos anos”, afirmou o coordenador do Centro, o gastroenterologista e professor Eduardo Vilela.

Dinamizando o Ensino da Língua Inglesa: Oficinas são parcerias Uesc-Capes-Fulbright

Professores de Lingua Inglesa da Rede Municipal
 em treinamento com a discente de Letras
 - bolsista de extensão da UESC,
Àgata Barboza Santos Silva e as ETAs da Fulbright,
 Sarah Van Horn e Ana Almada Santos
.
As Oficinas de Língua Inglesa para Sala de Aula (Lisa) foram concluídas no dia 9 de novembro. Trata-se de uma ação extensão vinculada ao Departamento de Letras e Artes (DLA/Uesc), coordenada pela prof./Dra. Luciana Audi, através Projeto de Extensão Dinamizando o Ensino da Língua Inglesa da Universidade Estadual de Santa Cruz.
As oficinas de Lisa são destinadas aos professores de língua inglesa da educação básica e foram desenvolvidas em pareceria com a Secretaria Municipal de Educação de Ilhéus (Seduc).
Os professores de Lingua Inglesa da Rede Municipal
 de Ilhéus com a prof. Coordenadora das Oficinas
Luciana Audi.
Nas oficinas, alunos do curso de Letras da Uesc - bolsistas de extensão que atuam no projeto e monitores voluntários -, juntamente com as estagiárias americanas da parceria Uesc-Capes-Fulbright (ETAs) promoveram leituras, discussões e atividades práticas para as aulas de língua inglesa. As atividades ocorreram mensalmente durante os encontros de formação continuada pelo Planejamento Coletivo em Rede (PCR), no Cepedi-Ilhéus.

Covid-19: Linhagem BQ.1 da variante Ômicron é detectada em Ilhéus e varias cidades da Bahia

(.correio24horas) A linhagem BQ.1 da variante Ômicron foi detectada em amostras coletadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) no estado. A linhagem estava em amostras de SARS-CoV-2 (vírus causador da Covid-19) em moradores da Bahia, testados em uma nova rodada de sequenciamento genético.
Ao todo, foram sequenciadas 128 amostras coletadas entre outubro e novembro. A BQ.1 representa 32% desse total.
Os geomas sequenciados correspondem em 100% à variante Ômicron.
As identificações da linhagem BQ.1 foram detectadas em coletas realizas nos municípios de Salvador, Candeias, Conceição do Coité, Dias D’Ávila, Euclides da Cunha, Ilhéus, Lauro de Freitas, Mairi, Porto Seguro, Ruy Barbosa, São Sebastião do Passé e Simões Filho.

Novo Fórum de Ilhéus será construido no Jardim Atlântico

Autoridades do município de Ilhéus, localizado na região Sul do Estado, reuniram-se, na tarde dessa quarta-feira (23), com o Presidente do Poder Judiciário da Bahia (PJBA), Desembargador Nilson Soares Castelo Branco. O encontro teve como pauta central a construção de um fórum para atender às demandas da Justiça na região.
Na ocasião, o Prefeito de Ilhéus Mário Alexandre (PSD) assinou a lei que sanciona a doação do terreno do município para a construção do novo Fórum da Comarca. As obras serão iniciadas na gestão do Presidente Nilson Soares Castelo Branco.
Sobre os esforços conduzidos pela gestão municipal de Ilhéus, o Presidente do Tribunal pontuou que “não é o Poder Judiciário sozinho que mudará a sociedade, é necessário o envolvimento de todos, para que a transformação aconteça”.
Para o Prefeito de Ilhéus, o novo Fórum trará benefícios a toda região. “Essa construção simboliza uma vitória coletiva. O novo equipamento significa qualidade de atendimento para quem trabalha e, principalmente, para aqueles que serão atendidos”.

quinta-feira, 17 de novembro de 2022

Grupo Mulheres do Brasil de Itabuna promove caminhada pelo fim da violência contra Mulheres e Meninas

O Grupo Mulheres do Brasil - Núcleo de Itabuna promove a 5. Edição da Caminhada pelo fim da violência contra Mulheres e Meninas, no próximo dia 3 de dezembro, sábado, a partir das 9h, com a concentração no Jardim do Ó. O ato tem abrangência nacional e acontece em 80 cidades do Brasil e do exterior com o mesmo propósito.
Um problema que atinge mulheres de todo o mundo, há demasiado tempo. A violência exercida contra mulheres e meninas escala a um ritmo preocupante e pode assumir diversas formas e manifestar-se em qualquer lugar. Segundo a ONU Mulheres, 1 em cada 3 mulheres em todo o mundo experienciam violência sexual ou física ao longo da sua vida.
A líder do Comitê de Combate à Violência contra às Mulheres do Núcleo de Itabuna, Andréa Peixoto, explica que ainda é muito crítico o cenário de violência na Bahia, sobretudo em Itabuna. “Precisamos de políticas públicas mais efetivas de proteção à mulher, ações em conjunto com a rede de proteção do município para que dessa forma possamos tirar mulheres do risco de violência. A realidade é triste e assustadora. Não dá mais para fechar os olhos diante da violência contra as mulheres e partir para movimentos que, de fato, hajam proteção e repressão daqueles que praticam o ato. Impunidade é algo que precisa ser combatida”.

9° Seminário Baiano de Solos começa dia 21, na Uesc

O 9° Seminário Baiano de Solos, promovido pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), será realizado no período de 21 a 23 de novembro, no auditório Paulo Souto, no Campus Professor Soane Nazaré de Andrade, em Ilhéus, com o objetivo de consolidar a formalização da Rede Baiana de Ciência do Solo. Na programação, estão incluídas conferências, palestras, mesas redondas e minicursos, que apontam para o tema "Os caminhos para integração da Ciência do Solo da Bahia".
O evento é organizado pelo PET Solos da Uesc, UEFS, UFRB, UFOB, UFBA e IFBaiano, destinado aos discentes dos cursos de graduação de Agronomia e Geografia e profissionais da área.Em 2012, o 1º Programa de Educação Tutorial do Brasil com temática em solos, PET Solos da Universidade Estadual de Santa Cruz, ao perceber a lacuna que se fazia em eventos científicos na área de solos na Bahia, realizou o 1º Seminário Baiano de Solos, com o intuito de promover maior articulação e integração entre os estudantes, professores e pesquisadores da área de Ciência do Solo no estado

Novembro Roxo é destaque no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio

Andreza está no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, há dois meses. Ela é de Valença, no baixo-sul baiano e acompanha a evolução do filho Benjamin, que nasceu com 33 semanas e segue internado na UTI Neonatal da maternidade. Samira, de Ilhéus, tenta vencer o medo do primeiro filho prematuro que perdeu anos atrás, ficando ao lado do pequeno Heitor que, assim como o irmão, nasceu prematuro, com apenas 26 semanas. Em comum, puérperas e recém-nascidos vivem um misto de medo e esperança, sentimentos presentes na longa e cansativa rotina de quem assiste de perto as experiências da prematuridade, lembrada este mês através da iniciativa do Novembro Roxo.
Aqui é sempre preciso saber conviver com equilíbrio e com esperança. Uma hora o bebê está bem, outra está grave. Essa montanha russa nos faz conviver com vários tipos de emoção ao mesmo tempo”, resume Andreza Santos Silva, mãe de Benjamin.
“Toda gestante se prepara para passar nove meses esperando o bebê, passar dois dias na maternidade e ir pra casa. Quando isso não ocorre mexe com muitos sentimentos”, completa Simone Souza de Jesus Batista, mãe de Emanoel. Por isso, para Samira dos Santos de Jesus, mãe de Heitor, experiências como estas revelam uma força tomada por gestos de solidariedade. “A gente dá as mãos uma a outra. Fortalecemos os vínculos. Conversamos muito e uma vai ajudando no que a outra mais precisa”, resume ela.
Programação

Reforço da segurança no comércio de Ilhéus para o fim de ano na pauta de reunião entre CDL e 68° CIPM

Como forma de apoiar a estruturação de um plano de ação de segurança focado no movimento das vendas de fim de ano, a diretoria da CDL de Ilhéus se reuniu, esta semana, com representantes da 68ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). Além da ampliação do contingente policial nas principais ruas do comércio do centro e bairros, a reunião discutiu ainda outras estratégias para otimizar a parceria entre a Polícia Militar e a classe empresarial, a exemplo da implantação da sede da 68° CIPM no centro de Ilhéus.
O presidente da CDL de Ilhéus, o empresário Anselmo Clement pontuou que a segurança é um dos pilares do bom desempenho das vendas. “Com o aumento do movimento de pessoas e da circulação de renda, por conta do 13º salário, sabemos da necessidade de um planejamento que contemple, sobretudo, a prevenção. Esse alinhamento com as forças de segurança vai garantir que todos se sintam mais seguros em comprar, passear e voltar para as suas casas, com tranquilidade". Já o projeto para a implantação da sede da 68ª CIPM no centro de Ilhéus, está sendo estruturado junto ao Poder Público Municipal.

quarta-feira, 16 de novembro de 2022

Covid-19: Saude alerta para risco de nova variante e baixa procura do reforço da vacina em Ilhéus

A campanha de vacinação contra a Covid-19 segue em Ilhéus, contudo muitas pessoas deixaram de completar o esquema vacinal. Conforme a Secretaria de Saúde (Sesau), 57,92% do público com idade igual ou acima de 12 anos procurou os postos para receber o primeiro reforço (terceira dose – D3).
Em relação à quarta dose (segundo reforço – D4), o número é ainda menor, apenas 23,77% da população com 18 anos ou mais recebeu o imunizante. A Sesau também registrou queda na vacinação infantil. Segundo os dados da pasta, 63,81% das crianças com idade entre 5 e 11 anos receberam a primeira dose da vacina.
Todavia, somente 38,76% do público esperado para essa faixa etária está imunizado com a segunda dose. Da mesma forma, a secretaria informa que a primeira dose da vacina foi aplicada em 13,31% do público de 3 e 4 anos de idade.
A procura pelas doses de reforço da vacina pediátrica apresenta percentual extremamente preocupante, visto que até o momento 124 crianças entre 3 e 4 anos receberam a segunda dose, o que representa 2,99% do público, estimado em 4.157 crianças. O intervalo deve ser de quatro meses após a primeira dose de reforço, independentemente do imunizante utilizado.
Embora o quadro atual da pandemia seja de estabilidade na cidade, graças à vacinação, o surgimento de novas variantes pode ocasionar um aumento no número de casos positivos. Recentemente, o Brasil registrou casos da variante da Ômicron e a possibilidade de nova onda da Covid-19.
O imunizante é a forma mais eficaz para elevar o número de anticorpos. A Sesau destaca que o esquema vacinal completo reduz o risco de contaminação e agravamento da doença.
“É importante que as pessoas compareçam aos postos de saúde para atualizar o esquema vacinal com as doses de reforço. A vacinação infantil também é fundamental para interromper a cadeia de transmissão, casos graves e óbitos em decorrência da doença”, ressaltou André Cezário, titular da Sesau.
O serviço continua sendo ofertado nas unidades previamente informadas, conforme o horário de funcionamento das salas de imunização. É indispensável a apresentação do CPF, cartão do SUS e cartão de vacinação.

3ª Edição do Festival Literário Sul – Bahia acontecerá em Ilhéus entre os dias 17 e 19 de novembro

A cidade de Ilhéus vai receber a 3ª edição do Festival Literário Sul – Bahia (FLISBA), que acontecerá entre os dias 17 e 19 de novembro de 2022. Pela primeira vez, o FLISBA ocorrerá de forma presencial e as mesas principais serão transmitidas pelos canais do Flisba na internet. O Festival este ano tem como tema: Resistência Cultural - Literatura, Educação e Liberdade. O objetivo dos organizadores é reunir os escritores e as diversas pessoas interessadas nas diversas linguagens artísticas para refletirem sobre a literatura e as artes e suas conexões com a educação e a liberdade. A programação envolve mesas, conversas, saraus, música e oficinas, além do Slam Sul – Bahia Magnus Vieira, competição de poesia falada.
O FLISBA DE 2023 homenageia duas grandes personalidades da cultura sul-baiana, a professora Tica Simões e o professor Apolônio Brito. Ambos possuem uma forte atuação na área da educação na Bahia. O professor Apolônio Brito nasceu em 1919 num remanescente de quilombo. Em pleno século XX, foi escravo por um ano em troca do enxoval de casamento de sua irmã, conta o professor Samuel Mattos no livro “Apolônio, o multiplicador”, de lá para cá se tornou um referencial no sul da Bahia. Por sua vez, a professora Tica Simões consolidou uma carreira de ensaísta e docente na antiga FESPI e atual UESC, onde colaborou para as pesquisas nas áreas da cultura e do turismo, desenvolvendo inúmeras ações de promoção nas respectivas áreas. Ela acabou de ser eleita para fazer parte da Academia de Letras de Ilhéus e já integra a Academia de Letras de Itabuna desde a fundação.

Vercil Rodrigues lança livro sobre José de Almeida Alcântara e o populismo em Itabuna

O professor, historiador, advogado e jornalista Vercil Rodrigues lança no mercado literário o seu oitavo livro pela Direitos Editoria. Nesta nova obra: “José de Almeida Alcântara: o populismo em Itabuna”, ele conta parte da rica e emocionante trajetória do saudoso ex-prefeito de Itabuna, que nas décadas de 1950/1960 arrastava multidões, especialmente os pobres, quando moldou e mudou a forma de fazer política no interior baiano, dividindo suas atenções com todas as classes sociais, sendo o primeiro grande político populista da região cacaueira e que fez “escola”.
“José de Almeida Alcântara: o populismo em Itabuna”, tem 222 páginas divididas em 5 capítulos, com uma narrativa precisa dos fatos, baseada em apurada pesquisa e depoimentos, além de diversas fotos que tão bem retratam o momento e a época. Vercil Rodrigues, que é autor dos livros “Breves Análises Jurídicas” (2010), “Análises Cotidianas”, “Dicas de Direito Imobiliário”, “Dicas de Direito Previdenciário”, “Jornal Direitos, 12 anos de História...Entrevistas”; “Tribunal do Júri – História, origem e evolução no Direito Processual Penal” e “Jornal O Compasso, 10 anos de História Maçônica... Entrevistas” (2022) todos pelo selo Direitos Editoria, não esconde que esse livro é um sonho antigo que ele finalmente realizou.
Para o autor a política grapiúna e a forma de administrar Itabuna tem dois momentos: o primeiro, até Alcântara e o segundo, pós Alcântara. O livro tem um corte temporal nas décadas de 1950/1960 e conta um período dos tempos áureos da região cacaueira e da retomada da democracia no Brasil, além do surgimento de políticos populistas e próximo ao povo e seu eleitorado.

segunda-feira, 7 de novembro de 2022

Alessandro Fernandes lança Rascunhos Reais, seu primeiro Livro de poesias

O lançamento do livro de poesias “Rascunhos Reais”, de autoria do reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alessandro Fernandes de Santana, será nesta quarta-feira, 9 de novembro. O evento terá lugar no auditório do Edifício José Haroldo Castro Vieira (Torre Administrativa), às 15 horas, durante uma sessão especial da Academia de Letras de Itabuna.
Este é o primeiro livro de poesias do professor, Alessandro Fernandes, composto por 20 poesias em 83 páginas, editado pela Editus – Editora da Uesc. No prólogo o autor explica que “Rascunhos Reais é um livro escrito muito mais por ternura que por talento. Minha vida inteira foi dedicada aos temas acadêmicos e sobre gestão, mas sempre tive duas grandes paixões: a literatura e a poesia, mais que apaixonado, acredito piamente que a existência desta torna o mundo dos leitores mais leve, belo e esperançoso”.
A professora e escritora Tica Simões escreve no prefácio que Rascunhos Reais de uma experiência inicialmente realizada através de redes sociais, especialmente Facebook e Instagram. A socialização de sua produção poética, por esse caminho, suscitou uma comunicação imediata. Daí a publicação impressa foi um passo.
“Rascunhos Reais conquista o leitor com a sua poesia que fala de amor. Depois arrebata-o com a bela ilustração de Sanqueilo de Lima Santos, os 20 belos desenhos em bico de pena, que conversam com os poemas, linguagens que dialogam – a poemática e a pictórica – em simplicidade lírica, através de traços espontâneos e expressões existenciais e intimistas, ” descreve a escritora Tica Simôes.
Alessandro Fernandes revela que o título do livro foi extraído do poema Sonhos. Tal afirmação induz à compreensão de que, com a sua publicação, Rascunhos Reais transforma em realidade um sonho que existia em rascunhos. Esse poema parece ser uma mensagem para Letícia, filha a quem o livro é dedicado.

Pesquisa avalia a qualidade do Programa de Atendimento às Demandas de Perícia Médica da Uesc

Uma pesquisa sobre a “Análise da qualidade de um programa de gestão da saúde do servidor público da educação superior” foi desenvolvida pela enfermeira Karoline do Rosário, mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Enfermagem – (PPGENF-UESC) e analista universitária na Coordenação de Desenvolvimento de Recursos Humanos – CDRH, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).
A pesquisa foi desenvolvida sob a orientação do professor doutor João Luís Almeida da Silva e avaliou a qualidade do Programa de Atendimento às Demandas de Perícia Médica da CDRH, a partir de instrumento baseado na percepção dos servidores que utilizavam o programa quando se encontravam em licença para tratamento de saúde.
O Programa, criado em 2007, proporciona aos servidores solicitantes de licença para tratamento de saúde, além do cumprimento dos trâmites legais, um atendimento acolhedor e resolutivo, com foco na humanização. Nessa perspectiva, preocupa-se em ir além do mero controle do absenteísmo e volta-se para uma atenção ao servidor, a qual tem o cuidado como elemento central de suas práticas.

Para salvar o clima, os Estados devem redescobrir a verdadeira fraternidade

"É hora de a governança internacional repor oxigênio aos três valores da Revolução Francesa começando pela fraternidade: uma força que pode mudar o mundo desacelerando a crise climática", escreve Carlo Petrini, fundador do Slow Food, ativista e gastrônomo, sociólogo e autor do livro Terrafutura (Giunti e Slow Food Editore), no qual relata suas conversas com o Papa Francisco sobre ecologia integral e o destino do planeta, em artigo publicado por La Stampa. A tradução é de Luisa Rabolini.
Eis o artigo.

segunda-feira, 24 de outubro de 2022

Bispo de Guarabira é agredido verbalmente por bolsonaristas após missa

O bispo Dom Aldemiro Sena dos Santos foi agredido verbalmente por apoiadores de Bolsonaro, após a ‘Missa do Bispo’, na Igreja Catedral de Nossa Senhora da Luz, em Guarabira, na manhã deste domingo (23)
O bispo Dom Aldemiro Sena dos Santos foi agredido verbalmente por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, após a ‘Missa do Bispo’, na Igreja Catedral de Nossa Senhora da Luz, em Guarabira, na manhã deste domingo (23). Sem fazer menção direta a Lula, ele destacou alguns feitos do governo petista e orientou os fiéis a votar em quem ajuda os pobres.
A fala desagradou bolsonaristas presentes à missa. Segundo informações obtidas pelo Conversa Política, o pai, a mãe e a irmã do presidente da Câmara Municipal, Wilsinho, foram um dos que foram à sacristia questionar e hostilizar o pároco por não gostarem da carta que o bispo leu durante a celebração eucarística. A situação foi presenciada por várias pessoas.
A Diocese de Guarabira emitiu nota de repúdio contra os ataques ao bispo e afirmam que quaisquer tentativas de silenciar a pregação do Evangelho configura-se como uma violação à liberdade religiosa, direito assegurado constitucionalmente.
Repudia-se não apenas o ataque fascista à pregação do Evangelho ocorrido na casa de Nossa Senhora da Luz, mas a toda e a qualquer forma de violência, de violação à liberdade religiosa, de perseguição e intolerância”, diz a nota. (confira a íntegra ao final da matéria)
Apesar das agressões, Dom Aldemiro optou por não formalizar queixa sobre o caso.
Ao Conversa Política, o presidente da Câmara negou que membros da sua família tenham agredido o bispo e afirmou que vai tomar providências porque estão manchando a sua imagem ao associá-lo com os atos. Disse que vai solicitar o áudio da missa e pedir uma retratação da Diocese afirmando que ele não participou da manifestação.
Wilsinho também fez críticas ao posicionamento do pároco, ao usar o espaço da missa para fazer o que chamou de “comício político”. “Eu não estava lá, mas diversas pessoas se retiraram da missa por não concordar que era o local não era adequado para aquilo”, comentou.
NOTA DE REPÚDIO

Menina Benigna será beatificada hoje no Ceará. Saiba a história dela

Romeiros de Menina Benigna lotam ruas de
Santana do Cariri em celebração. Vídeo de 2018
Assassinada durante tentativa de estupro aos 13 anos: quem foi Benigna Cardoso da Silva, cearense que será beatificada hoje
Vaticano anunciou o dia 24 de outubro de 2022 como a data de oficialização da beatificação da cearense. Ela morreu há 80 anos em uma tentativaa de estupro, e desde então tem sido venerada por fiéis da região.
Romeiros de Menina Beagna lotam ruas de Santana do Cariri em celebração. Vídeo de 2018.
Benigna Cardoso da Silva, 13 anos, se tornou símbolo de católicos cearenses após recusar ter relações sexuais com outro jovem em Santana do Cariri, a 523 km de Fortaleza. Ao recusar, a menina foi assassinada brutalmente com golpes de facão em outubro 1928. A história de Benigna se popularizou, e a adolescente conquistou devotos por todo o estado como uma mártir.
"Ela se relacionava bem com todos, era gentil, muito educada, não usava de palavrões e se ocupava responsavelmente com os estudos. Nela, se destacava a simplicidade e a prudência. Sua fama de santidade e martírio é justa", conta Raimundo Alves Feitosa, de 98 anos, que conviveu com a mártir. Ele foi uma das testemunhas que deram depoimento ao Vaticano no processo de beatificação

Escolas SESI promove revisão para o ENEM 2022 em Ilhéus

As aulas preparatórias acontecem nos dias 31 de outubro e 01 de novembro.
Quem busca uma vaga no ensino superior está na reta final da preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Para apoiar os estudantes neste momento de revisão de conteúdos, a Rede SESI Bahia de Educação realiza, em novembro, a 3ª Semana do ENEM. Em Ilhéus, as aulas acontecem nos dias 31 de outubro e 01 de novembro.
O primeiro dia é voltado para a revisão dos conteúdos de Ciências da Natureza e Matemática. Já o segundo encontro será dedicado às áreas de Linguagens e Ciências Humanas.
Além dos estudantes do 3º ano das escolas da Rede SESI Bahia de Educação, o evento também é aberto para alunos da rede pública e de outras escolas privadas. Para participar, os interessados devem se inscrever pelo Sympla. O link de inscrição está disponível no site da Escola SESI (escolasesiba.com.br).
As vagas são limitadas. Para participar, a Rede SESI Bahia de Educação solicita a doação de 1kg de alimento não perecível. O material arrecadado será doado a instituições assistenciais.

ONG Unidos pelo Diabetes abre inscrições gratuitas para a Pedalada Azul em Itabuna.

A ONG Unidos pelo Diabetes abriu inscrições para a Pedalada Azul, evento que integra o calendário do Unidos Pelo Diabetes em Ação 2022. A Pedalada Azul acontece no dia 6 de novembro e vai percorrer ruas dos bairros e do centro da cidade.
Além do incentivo à prática de atividades saudáveis, a Pedalada Azul levará a mensagem da prevenção da doença, através de um MiniTrio e distribuição de material informativo.
As inscrições gratuitas podem ser feitas através do link https://www.sympla.com.br/pedalada-azul-itabuna-2022__1726264 e os coletes serão retirados nos dias 4 e 5 de novembro, no estande na Praça Rio Cachoeira, em frente ao Hospital Beira Rio, mediante a contribuição de dois quilos de alimentos não perecíveis. Os alimentos arrecadados serão entregues ao projeto Itabuna do Bem, que os destinará a instituições que atendem famílias carentes.
“A Pedalada Azul vai mobilizar para o Mutirão do Diabetes, mostrar como a prática de esporte contribui para reduzir os riscos da doença e também se tornar um ato de solidariedade às pessoas que sofrem com a escassez de alimentos”, afirma o Dr. Rafael Andrade, presidente da ONG Unidos pelo Diabetes e coordenador do mutirão, que acontece dias 17 e 18 de novembro na Terceira Via Hall.
A Pedalada Azul 2022 conta com a coordenação dos grupos de ciclismo de Itabuna e com o apoio do Hospital Beira Rio, Óticas Carol e Novo Nordisk.

Pesquisador da Uesc é premiado no Congresso Brasileiro de Virologia

Pesquisadores avaliam a circulação de vírus relacionados ao Distúrbio do Colapso das Colônias
O estudo focado na identificação de vírus em abelhas coordenado pelo Dr. Eric Aguiar, do Laboratório de Bioinformática de Vírus da Universidade Estadual de Santa Cruz, foi premiado como melhor pôster na sessão Virologia Vegetal e de Invertebrados do XXXIII Congresso Brasileiro de Virologia, realizado em Porto Seguro, de 17 a 21 de outubro de 2022.
O estudo coordenado pelo Professor Eric Roberto Guimarães Rocha Aguiar do Departamento de Ciências Biológicas e do Centro de Biotecnologia e Genética - Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) investiga o Viroma Global de Abelhas a partir de dados públicos de sequenciamento de pequenos RNAs depositados em Bancos de Dados de Referência. Nesse trabalho, os pesquisadores estão investigando a presença e circulação de vírus em bibliotecas derivadas de diversas espécies e continentes, totalizando mais de 300 amostras distribuídas em quase 1 Terabyte (1.000 Gigabytes) de dados produzidos pelas análises de Bioinformática.
Esta pesquisa, que também teve a participação do pesquisador Dr. João Trindade Marques e dos estudantes de Doutorado Juliana Armache e João Paulo Pereira de Almeida, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), levou a identificação de pelo menos quatro vírus nunca descritos anteriormente, além de permitir avaliar a circulação de diversos vírus relacionados ao Distúrbio do Colapso das Colônias (DCC), fenômeno que vem dizimando as populações de abelhas ao redor do mundo e que está principalmente associado à circulação de espécies virais patogênicas a estes insetos polinizadores.

segunda-feira, 17 de outubro de 2022

ANP:Gasolina volta a subir após 15 quedas consecutivas

(por G1) - O preço médio do litro da gasolina vendido nos postos do país subiu na última semana, rompendo um ciclo de 15 quedas consecutivas, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgados nesta segunda-feira (17).
O preço médio do litro avançou para R$ 4,86 na semana de 9 a 15 de outubro, uma alta de 1,46% frente à semana anterior (R$ 4,79). De acordo com o novo levantamento da ANP, o valor máximo do combustível encontrado nos postos foi de R$ 7,35.
O litro do etanol hidratado também subiu: passou de R$ 3,40 para R$ 3,46, um avanço de 1,76% na semana. Foi a segunda alta seguida no preço do combustível, após cinco meses de queda. O valor mais alto encontrado pela agência nesta semana foi de R$ 6,90.
O diesel se manteve praticamente estável: o preço médio do litro passou de R$ 6,52 para R$ 6,51, uma queda de 0,15%. O valor mais alto encontrado na semana foi de R$ 8,42.