sábado, 6 de junho de 2020

A Bahia registra 27.396 casos confirmados de coronavírus. Ilhéus, 761, 37 mortes; Itabuna, 1.146 casos positivos 48 óbitos



A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia informa que, equivocadamente, 63 municípios registraram 216 casos como positivos nas bases de dados ministeriais, quando, na verdade, eram negativos. Os dados foram contabilizados no boletim epidemiológico de ontem (5) e a inconsistência foi identificada pela Vigilância Epidemiológica Estadual neste sábado (6), sendo corrigido no documento atual e comunicado o fato às prefeituras. A lista completa dos municípios com as inconsistências, bem como o número de casos de cada localidade está detalhado no documento.
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 846 mortes pelo novo coronavírus. Segue abaixo o perfil dos 27 óbitos de hoje.
Ilhéus, 761; Itabuna, 1.146 casos positivos

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Reunião discute medidas para viabilizar reabertura do comércio em Itabuna

A Prefeitura Municipal de Itabuna segue com esforços para viabilizar a reabertura do comércio no município. Nesta sexta-feira (05), a Prefeitura convidou representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicom, Associação Comercial e demais representantes do comércio e da classe empresarial, para discutir medidas alternativas para a reabertura do comércio.
Fechado há cerca de 80 dias, a comércio local já encontra dificuldades e, segundo dados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), neste período, empresas já fecharam suas portas em definitivo, e dezenas de pessoas já estão desempregadas. Diante da atual situação, o município produziu um plano técnico para a reabertura. No entanto, após recomendação do Ministério Público para manutenção do fechamento do comércio, a prefeitura e os representantes da classe comercial estarão produzindo um segundo estudo técnico focado na área epidemiológica

Relação pai-filha: que impacto isso tem no futuro da menina?

Entenda até que ponto a perspectiva e o apoio de um pai são realmente necessários para o desenvolvimento intelectual, físico e social de uma filha.
Querido pai, você sabia que se você pudesse se ver, mesmo que fossem apenas dez minutos, com os olhos que sua filha o vê, sua vida iria virar de cabeça para baixo? Você sabe que você é o centro da vida dela? Que ela acorda todas as manhãs porque você existe?
Essa é a certeza da doutora Meg Meeker, baseada em mais de trinta anos de experiência pediátrica. Ela viu milhares de meninas desfilando pelo seu consultório. Ela ouviu àquelas que, privadas do amor de um pai, sofreram de distúrbios alimentares, refugiaram-se em relações sexuais precoces ou arruinaram conscientemente seus estudos na esperança de atrair o olhar paterno para si mesmas.
A doutora também observou quantas meninas aguardam febrilmente a aprovação e os incentivos de seu pai. Porque, embora não duvidem da atenção de sua mãe, a do pai não parece tão óbvia.
Ela as viu se esforçarem mais para se destacar quando você, pai, olha para ela, aprende mais rápido quando você a instrui, cresce em auto-confiança nela mesma quando a guia.
“Se vocês, pais, estivessem plenamente conscientes da influência que vocês podem ter na vida delas, vocês ficariam aterrorizados, sobrecarregados ou ambas coisas ao mesmo tempo”, resume a pediatra com uma pitada de humor, antes de oferecer conselhos valiosos aos pais para estabelecer um relacionamento próximo e correto com as suas filhas.
Os tempos mudaram, as relações entre pai-filha também

Fábio Vilas-Boas relata fatos e desperta a ira de gestores. Amurc sai em defesa de associados



A Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc) saiu em defesa dos prefeitos regionais, depois de uma entrevista controversa do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas ao apresentador Tom Ribeiro, no programa Balanço Geral, da TV Cabrália. A entrevista ao vivo foi ao ar na edição de quinta-feira (4), mas ainda causa estragos.
O secretário fez críticas aos prefeitos da região sul, se eximiu de responsabilidades quanto à implantação de leitos de UTI em Itabuna, acusou o então diretor do Hospital de Base, Juvenal Maynart, de causar confusão – e atrasos – com a transferência de pacientes para o Hospital Costa do Cacau, entre outras declarações. Foi o suficiente para despertar a ira dos mandatários, que estão, em sua maioria, loucos para abrir o comércio de seus municípios, mas veem na política adotada pelo governo estadual um empecilho.

Comercio de Itabuna não será reaberto segunda-feira(8)

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (PTC) decidiu seguir a recomendação do Ministério Púbico e não vai reabrir o comércio na próxima semana. O MP se posicionou durante uma reunião na tarde desta quinta-feira.
Se a prefeitura decidisse por reabrir o comércio o MP entraria na justiça. Vale lembrar que Itabuna tem mais de mil casos de coronavírus e o comércio está fechado desde março.
Atualização: Segundo o procurador Luiz Guarnieri, a prefeitura vai seguir a recomendação do MP: “a Secretaria Municipal de Saúde está realizando à elaboração de um relatório Técnico em Saúde para que respalde esta decisão, e que atenda às adequações solicitadas e vamos enviar para o Ministério Público avaliar”.

Pesquisadores detectam centenas de novos coronavírus em morcegos da China



Um vírus hipotéticamente irmão ao SARS-CoV-2, responsável pela pandemia, pode estar escondido na natureza. Segundo o joral El País, uma análise genética de centenas de novos coronavírus encontrados em morcegos da China aponta que alguns vírus tem alto potencial de contágio entre espécies. A descoberta também leva a uma "origem provável" do causador da Covid-19 em uma espécie regional de morcegos-de-ferradura.
A conclusão foi feita pela Eco Health Alliance, uma organização internacional dedicada a investigar doenças emergentes que surgem da fauna selvagem e ameaçam a humanidade. Em conjunto com o Instituto de Virologia de Wuhan, foram analisadas mais de 1.200 sequências genéticas de coronavírus achados em morcegos, sendo 630 delas novas. “Há uma enorme diversidade natural destes coronavírus”, afirma o ecólogo boliviano Carlos Zambrana, que faz parte da Eco Health Alliance.

Ordem de serviço para primeira etapa do fechamento do canal do Malhado será assinada

Na próxima semana, será dado o início da obra tão sonhada dos ilheenses: o fechamento da primeira etapa do canal do Malhado, em Ilhéus, demanda antiga da população. A obra, acompanhada pela secretaria municipal de Infraestrutura e Defesa Civil promoverá urbanização na localidade com um moderno espaço de convivência, a refletir no impulsionamento do comércio local.
“Mais um sonho antigo dos ilheenses que começa a ser realizado por nossa gestão. Valorizar o comércio local, promover saúde, mobilidade e acessibilidade urbanas, é o nosso propósito, para fortalecer a economia. Esta é mais uma obra que iniciamos e que integra o processo de reconstrução de nossa amada cidade de Ilhéus”, declarou o prefeito Mário Alexandre.

Bahia registra 26.419 casos confirmados de Covid-19. Segundo a Sesab Ilhéus tem 722 casos, Itabuna 1.122



A Bahia registra 26.419 casos confirmados de coronavírus (Covid-19). Os 2.956 novos casos contabilizados no boletim epidemiológico desta sexta-feira (5) não representam pessoas infectadas nas últimas 24 horas. Eles refletem tão somente o correto preenchimento dos sistemas ministeriais por parte das Secretarias Municipais Saúde, ao finalizar casos que estavam em investigação desde o início da pandemia de Covid-19, evidenciando assim, a adequada articulação com a autoridade sanitária estadual.
Ilhéus e Itabuna 

Novo coronavírus: Brasil já é a terceira nação com maior número de mortes no mundo

A Covid-19 já deixou 6.656.827 contaminados e 391.571 mortos no mundo. No Brasil são 614.941 contaminados e 34.021 mortos. 
Com o novo recorde de mais 1.473 mortes por coronavírus em 24 horas, o Brasil alcançou a triste marca de 34 mil vidas perdidas e superou a Itália , tornando-se a terceira nação com maior número de óbitos no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, com 108.211, e do Reino Unido, com 39.987. Esta foi a terceira alta consecutiva do número de mortes no país, que começa a iniciar processos de reabertura. No mesmo período, foram notificados 30.925 novos casos. O governo informa ainda que 325.957 casos estão em acompanhamento. Óbitos suspeitos somam 4.159 ocorrências. Ao todo, 75% das cidades do país já registraram infectados pelo coronavírus. 

Possibilidades de enfrentamento da pandemia abordada em Live do Núcleo de Saúde Coletiva da UESC hoje

“Cuidados intermediários na APS no contexto da Covid-19: Possibilidades de enfrentamento da pandemia” é a live que será promovida pelo Núcleo de Saúde Coletiva da UESC, nesta sexta-feira (5), às 14 horas, com professor Túlio Franco, da Universidade Federal Fluminense (UFF). 
O professor Túlio Batista Franco é mestre e Doutor em Saúde Coletiva pela Unicamp, Pós-doutor em ciências da saúde pela Universidade de Bolonha-Itália. Professor Associado no Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal Fluminense. Orientador de Mestrado e Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva - PPGBIOS; e, no Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva - PPGSC. Pesquisador Convidado do Centro de Estudos e Pesquisa em Saúde Internacional e Intercultural da Universidade de Bolonha-Itália - CSI/UNIBO. Membro titular da Comissão de Ciência & Tecnologia do Conselho Nacional de Saúde. 

Governo disponibiliza segunda parcela do vale-alimentação estudantil nesta segunda-feira(8)



A partir de segunda-feira (8), cerca de 800 mil estudantes da rede estadual de ensino poderão realizar as compras com o cartão do vale-alimentação estudantil, nos 417 municípios da Bahia. Isto envolve os estudantes de Salvador e das 21 cidades que, na primeira etapa, receberam o vale-alimentação nas redes Assaí e Cesta do Povo. Agora, todos os estudantes da rede estadual poderão fazer as compras com o cartão - o qual todos têm acesso - em qualquer estabelecimento que receba a bandeira Alelo. O benefício é de R$ 55, por estudante.

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Bahia tem 23.463 casos confirmados de Covid-19. Ilhéus tem 36 mortes e 664 casos confirmados




A Bahia registra 23.463 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 17,47% do total de notificações no estado. Os óbitos contabilizados no boletim epidemiológico referem-se a um período de 13 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, também não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.
Considerando o número de 23.463 casos confirmados, 8.430 recuperados e 790 óbitos, 14.243 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 3.337 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.
Os casos confirmados ocorreram em 322 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (59,76%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (5.994,44), Ipiaú (5.340,83), Itabuna (4.900,97), Salvador (4.785,29) e Itajuípe (4.636,18).
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 790 mortes pelo novo coronavírus.
Ilhéus

Para o secretário de Saúde da Bahia, a reabertura do comercio de Itabuna será uma tragédia


O secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas foi entrevistado por Tom Ribeiro no Balanço Geral. Na oportunidade ele comentou sobre a reabertura do comércio em Itabuna:
“Será uma tragédia reabrir o comércio de Itabuna neste momento, não ampliaram os leitos de UTIS ainda e a cidade passa de mil casos. Espero que todo esforço do governo do estado não seja em vão”, declarou.
Segundo Fábio, o governo do estado enviou os 15 respiradores e até o momento os leitos de utis não foram disponibilizados:
“Eu não vejo Itabuna como uma cidade independente, eu vejo a região, temos 36 leitos de Utis em Ilhéus, vamos ampliar para mais 10. Em Itabuna são 15 leitos, e vamos ampliar para mais 15”, declarou.

Ministério Público é contra a reabertura agora, do comercio de Itabuna



Após prefeito Fernando Gomes reafirmar a determinação de reabrir o comércio, antes da publicação do Decreto Municipal anunciando a flexibilização, o procurador do Município requereu reunião com o Ministério Público para discutir o Assunto.
O Ministério Público ja havia  requisitado o envio do plano de reabertura da atividade comercial, para análise.
A reunião ocorreu nesta quinta-feira, após as ponderações da secretaria de saúde, da coordenação epidemiológica e da secretaria de indústria e comércio, mesmo com alguns seguimentos anunciando que vai abir com ou sem autorização da Prefeitura e do Ministério Público.

Comércio: Prefeitura tem 72 horas para se manifestar sobre a ação do MP-BA


O juiz titular da 1ª Fazenda da Vara Pública de Ilhéus, Alex Venicius Campos Miranda, deu o prazo de 72 horas para a prefeitura de Ilhéus se manifestar sobre a ação do Ministério Público  Estadual, que pede suspensão de decreto que reabriu comércio no município. 
O Ministério Público estadual requereu à Justiça que determine o fechamento dos estabelecimentos e a suspensão de todas as atividades comerciais não essenciais de Ilhéus, cuja reabertura foi estabelecida por decreto municipal publicado no dia (01/6). Em ação civil pública ajuizada quarta-feira(3), o promotor de Justiça Pedro Nogueira Coelho solicita decisão liminar que suspenda os efeitos do decreto. 
A solicitação do promotor, tem por base a análise gráfica elaborada pelo Professor/Dr. em física, Zolacir Trindade de Oliveira Junior, da Universidade Estadual de Santa Cruz na qual aponta que Ilhéus atravessa fase exponencial no número de casos de infecção por Covid-19 e ressalta o equívoco do estudo apresentado pela Secretaria de Saúde, de Ilhéus.

Região perde Waldeny Andrade, jornalista, radialista e escritor

O  do sul da Bahia perde um dos seus maiores ícones na comunicação. Morreu no Hospital Costa do Cacau, no final da noite de ontem, o jornalista Waldeny Andrade. Waldeny atuou como jornalista, radialista, repórter e diretor de veículos de comunicação durante décadas.
Waldeny Andrade era uma das vozes mais reconhecidas da região cacaueira da Bahia. Aposentado, nos últimos anos se dedicava-se escrever livros.
Com problemas cardíacos, precisou passar uma uma nova cirurgia. Ele estava internado no Hospital Regional Costa do Cacau desde 19 de maio, entubado, enquanto aguardava o novo procedimento médico. Bastante debilitado, a equipe médica aguardava uma melhora para fazer a troca de uma válvula no coração.

quarta-feira, 3 de junho de 2020

UESC, UFSB, Institutos e outras entidades se posicionam sobre reabertura do comércio de Ilhéus

Nota de Posicionamento a respeito do Decreto n. 042 de 01 de junho de 2020 
Nós, entidades reunidas no Grupo de Trabalho – GT comVida 46, formado a partir do Fórum Sul da Bahia Global, nos pronunciamos quanto ao Plano para reabertura do comércio de Ilhéus disposto no Decreto n. 042 de 01 de Junho de 2020.
O referido decreto traz um relatório detalhado da Secretaria Municipal de Saúde que descreve diversas exigências sanitárias e epidemiológicas com medidas que devem ser observadas em todos os casos, desde a necessidade da utilização de EPI’s por parte tanto dos funcionários como do público (uso de máscara), o distanciamento mínimo obrigatório entre pessoas, o número máximo de pessoas em um mesmo espaço físico, a higienização dos ambientes, a proteção de grupos de risco, a testagem dos colaboradores entre outras. Há também neste relatório as ações que foram realizadas pela Secretaria para o combate à pandemia, sendo algumas dessas ações consideradas positivas por este grupo.

Coronavírus: MP pede suspensão de decreto que reabriu comércio em Ilhéus

O Ministério Público estadual requereu à Justiça que determine o fechamento dos estabelecimentos e a suspensão de todas as atividades comerciais não essenciais de Ilhéus, cuja reabertura foi estabelecida por decreto municipal publicado nesta segunda-feira, dia 1º. Em ação civil pública ajuizada hoje, dia 3, o promotor de Justiça Pedro Nogueira Coelho solicita decisão liminar que suspenda os efeitos do decreto.
Conforme a ação, a reabertura deve estar condicionada a cenário epidemiológico favorável, com disponibilidade regular dos leitos de UTI existentes no município, estabilização do número de casos ativos, diminuição da taxa de letalidade do coronavírus, redução contínua da taxa de infecção diária e aumento do índice de isolamento social local. Segundo o promotor, os dados sobre pandemia em Ilhéus mostram que o cenário segue desfavorável, ao contrário do que alega estudo técnico apresentado pelo governo municipal para fundamentar o decreto.

Bahia tem 22.451 casos confirmados de Covid-19. Ilhéus 651, Itabuna 1033



A Bahia registra 22.451 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 17,44% do total de notificações no estado. Os 26 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico referem-se a um período de 26 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, também não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.
Considerando o número de 22.451 casos confirmados, 7.823 recuperados e 762 óbitos, 13.866 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 3.240 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 762 mortes pelo novo coronavírus.
Ilhéus e Itabuna

Fique no Lar ultrapassa 1,8 mil estabelecimentos de comércio e serviços cadastrados



A ferramenta Fique no Lar, que está há 54 dias em atividade, atingiu 1.842 cadastros, em 222 municípios dos 27 Territórios de Identidade da Bahia, nesta quarta-feira (3). A Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), vem ampliando a comunicação com os pequenos e médios negócios, para incentivar as atividades econômicas neste momento de pandemia do Covid-19. O setor de alimentos se mantém na liderança de cadastros para prestação de serviços de delivery.
"A tecnologia é um caminho sem volta na nossa sociedade. Estamos nos aprimorando cada vez mais com o aplicativo Fique no Lar e o nosso objetivo é manter essa prática pós covid-19. Estamos gerando comodidade para o consumidor e gerando empregos no comércio delivery”, afirma o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Fórum Regional das Micro e Pequenas Empresas.